sábado, 25 de setembro de 2010

O fio sem meada.

A vida é uma metáfora, onde a todo o momento você é usado de exemplo. Eu aprendi a ficar quieta mesmo quando a dor é quase insuportável. Permaneço, malabarizando. Continuo, descontinuadamente disfarçando. É a minha catarse. Eu que costumava ser mais prolixa, perdi o bonde em que as palavras se encontravam. Por agora, desisti de tentar pegá-lo novamente.

Um comentário:

  1. O dificil nessa vida não é ser a vitima, e sim deixar de se-la...

    ResponderExcluir